segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Dor de garganta? Pode ser raiva reprimida!


Existem várias causas para uma dor de garganta. Pode ser desde uma friagem, um processo inflamatório ou até mesmo uma somatização de algum sentimento mal resolvido.
Sim, isso mesmo! Você sabia que segundo a OMS - Organização Mundial de Saúde, 25% das doenças tem origem emocional?
Acredito que essa porcentagem é muito pequena perto do que nossa mente é capaz de criar em nossos corpos, tanto para o bem, quanto para o mal.
A medicina evoluiu, e com ela, a visão do homem em partes (sua doença) já está ficando ultrapassada e os profissionais se vem obrigados a ampliarem sua compreensão do ser humano como um todo: Corpo, mente e espírito, pois tudo está interligado. Não há como tratar uma pessoa apenas direcionando a farmacoterapia com o foco na doença em si, pois isso faz dela uma terapia paliativa, pois não se chega a causa real do problema.
Eu acredito piamente, que 100% das doenças são de origem emocional, mesmo as adquiridas por vírus ou bactérias, pois se isso ocorre, é porque o sistema imunológico estava debilitado e predisposto a esses invasores.
Temos em nossos corpos tudo que precismos para termos saúde. Somos dotados de um corpo com células extremamente inteligentes, programadas para nos proporcionar a melhor estadia nesta terra, assim como, nos proteger de qualquer situação de perigo.
Mas infelizmente, muitas vezes, por ignorância nossa, ou por vivermos uma vida pautada nos valores de outras pessoas, renegamos nossos sentimentos verdadeiros assim como os limites de nossos corpos, ocasionando sentimentos nocivos, que acabam por estimular nosso cérebro a jogar na corrente sanguínea várias substâncias que são necessárias para nos proteger do perigo, mas que em quantidades exageradas ou com uma frequência muito grande, prejudicam nosso corpo, como por exemplo o ACTH o hormônio adrenocortitrópico usado pelo organismo para caso de risco ou perigo e que tem como alvo vários órgãos, por exemplo os rins, estimulando as glândulas ali existentes a produzirem outras substâncias e assim por diante.
O nosso organismo é uma máquina perfeita que nos foi dada para nos servir da melhor forma possível, só que ele tem um comandante, que é nossa mente, nossa consciência. Se não tivermos uma mente saudável, todo o resto adoecerá.
Veja que tudo isso para chegarmos à uma dor de garganta!
A garganta além de ter a finalidade de receber os alimentos, tem também a finalidade de expressão!
Então está ligada diretamente com a emoção do "engolir" ou não conseguir "por para fora" alguma emoção negativa.
O fato é, que você está com dor de garganta, tente olhar bem para dentro de você e analisar se não tem tido alguma raiva reprimida neste sentido! E é claro que, uma vez com o processo inflamatório instalado, tem que tratar.
Você pode optar por algum medicamento natural, se não estiver num processo avançado, ou então, usar realmente algum anti-inflamatório para combater a inflamação e se isso evoluiu para uma infecção, ou seja, se foi instalado ali alguma cepa de bactérias, terá de fazer uma farmacoterapia com antimicrobiano. Claro que nestes dois últimos casos, terá que passar pelo médico.
Se ainda estiver no começo e for apenas uma irritação, você poderá combater com um chá de cascas de romã, ingerindo uma xícara três vezes ao dia, por uns 5 dias, fazendo também gargarejos, e pode também tomar o própolis que é um antibiótico natural, tomando 20 gotas de 8 em 8 horas. Se você tiver acesso ao salgueiro branco (Salix Alba) poderá fazer chá dele também, que é excelente para combater dores, pois contém em suas propriedades o ácido salicílico, mas cuidado se você for alérgica a aspirina! Falarei mais sobre essa planta fantástica num próximo post.

E também atenção, se esta dor for originária de refluxo, onde ocorre a subida do ácido do estomago para o esôfago, irritando o mesmo. Aí precisa de uma atenção especial e acompanhamento médico.
De qualquer forma, fica valendo a análise emocional em todos os casos e se você tiver dificuldade em perceber seus sentimentos, sempre poderá contar com um profissional de terapias holísticas.
Não confundir terapias holísticas com terapias alternativas, onde a primeira tem embasamento científico e técnicas terapêuticas comprovadas, já o segundo, são baseados em achismos sem comprovação nenhuma, muitas vezes envolvendo religiosidade, o que invade a privacidade do cliente.
Holismo quer dizer, o ser como um todo.
Deixe seu comentário ou pergunta, terei prazer em te responder!


Nenhum comentário:

Postar um comentário